Âncora: Katia Biaia, Chefe da Assessoria de Comunicação do CRA/RJ

Entrevistada: Delaine Martins Costa, Coordenadora do Programa Gênero e Políticas Pública do IBAM e Cientista Social. A missão do Programa Gênero e Políticas Públicas é contribuir para a redução das desigualdades entre homens e mulheres mediante a adoção da perspectiva de gênero na definição, implementação, monitoramento e avaliação de políticas públicas. Já a sua atuação se baseia na premissa de que tanto podem existir programas específicos para mulheres como, também, orientações específicas para que programas de caráter genérico resultem no atendimento diferenciado de homens e mulheres.

Participante: Mara Darcy Biasi Ferrari Pinto, Assessora de Projetos Especiais do IBAM.

Assuntos:
– As mulheres representam mais de 50% do eleitorado e, no entanto, são minoria nos cargos eletivos. A sociedade discrimina as mulheres na política?
– De que maneira acontece a discriminação?
– E a representação feminina no Brasil em relação a outros países?
– Quais são os outros fatores que impedem que as mulheres queiram se candidatar?/ e por parte dos partidos?
– Os partidos políticos, tem um movimento de juventude muito forte, e  e movimento, tem muitas meninas. Não é contraditório isso de elas não querer se candidatar?
– O que é mais importante para as candidatas  e processo eleitoral?
– Os partidos dão apoio para as mulheres na política?
– E nós eleitores, que tipo de posição devemos ter diante da participação da mulher no processo eleitoral?